A perda de uma lutadora

Hoje perdemos uma mulher que mudou não só a história da Inglaterra, como o mundo – Margaret Thatcher. Seja qual for a sua posição politíca: contra ou a favor dela. É incontestável a sua forte influência no cenário politíco.

Era a política inglesa que mais tempo ficou no cargo de primeira-ministra (1979-1990); e a única mulher no século 20 a ter esse tipo de cargo.

Um jornalista uma vez a chamou de “Dama de Ferro” (Iron Lady), um apelido que se tornou associado a sua política forte e estilo de liderança. Como primeira-ministra, ela implementou políticas conservadoras que são conhecidas como thatcherismo.

Além do seu “estilo” na política, Thatcher ficou conhecida pelo gosto próprio de vestir. Com terninhos que queriam dizer “sou poderosa”, blusas bufantes com laço na frente, bolsas de cores sólidas, e sempre com colar e brinco de pérolas, o estilo da falecida ex primeira-ministra tinha uma assinatura inimitável.

ImagemImagemImagemImagem

Fã das blusas bufantes, Thatcher tinha incontáveis blusas, tanto com estampas e sem, com longos laços.

ImagemImagemImagem

Uma vez ela foi aconselhada por um produtor de televisão, que era um dos consultores de imagem, a desistir de suas pérolas, dado a ela por seu marido Dennis, mas ela recusou, e elas se tornaram parte de seu estilo.

Outra história intrigante da ex primeira-ministra, foi dita por ela que descreveu a sua bolsa como o único lugar seguro. Pois, ela tinha desconfiança de todos que a cercavam.

Ela possuía uma grande coleções de chapéus, mas aparentemente desistiu de usá-los no conselho de um dos consultores de imagem antes de se tornar primeira-ministra.

Seu estilo único foi muito bem representado pela atriz Meryl Streep, no filme Dama de Ferro, e o qual a mesma ganhou o Oscar. Assistir a atriz era quase o mesmo que ver a própira Thatcher nas telas de cinema, mesmo timbre de voz, o caminhar, o olhar.

ImagemImagemImagemImagem

Hoje ao saber da morte de Margaret Thatcher, a atriz enviou um comunicado que dizia:

“Margaret Thatcher foi uma pioneira, voluntária ou involuntariamente, para o papel das mulheres na política. É difícil imaginar uma parte da nossa história atual que não foi afetada por medidas que ela apresentou no Reino Unido no final do século 20”.

Thatcher também foi retratada pela revista de moda Harper Bazaar, no ano de 2011, com a modelo Georgia May Jagger no ensaio fotográfico. O ensaio mostrava, justamente, o que a ex ministra costumava dizer:

“O que você deve fazer é decidir as roupas em que você se sente confortável. Você deve se sentir confortável … Nunca chamativo, apenas adequado, com a roupa bem costurada, e não é pouco feminina estar com uma roupa bem costurada.”

Veja as fotos da sessão da revista.

Imagem

ImagemImagem

Nos seus últimos anos, ela viveu de maneira frágil depois de uma série de pequenos derrames cerebrais. Ela sofria de demência em seus últimos anos, e por isso as suas aparições públicas tornaram-se cada vez mais raras.

Lutadores como Thatcher são quase raros hoje em dia, individuos que não reconhecem quando o seu tempo acabou; e é o que os torna tão bons em alcançar seus objetivos.

R.I.P Margaret Thatcher – descanse em paz.

Buzzz Buzzz

BeePod

Imagem

Anúncios

Um pensamento sobre “A perda de uma lutadora

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s